sábado, 23 de janeiro de 2010

Cachorro gay


Hoje aconteceu uma coisa muito engraçada. O Baruk inventou que quer passear todos os dias. Antes ele não gostava de passear, a pé, só de carro. Mas depois que nos mudamos, eles foram para a rua uma vez, porque apertei o botão do portão sem querer e eles sairam. Foram até o canteiro na calçada, mijaram e voltaram. Claro que eu como mãe desesperada, quase morri de susto. Depois disso inventaram que querem ir todos os dias passear. E esperamos sempre a noite porque está mais fresquinho pra eles. Hoje não foi diferente, só que ao passarmos por uma rua, veio um vira lata e começou a cheirar o Boris, mas o Boris nem notou e de repente iamos andando e o cachorro vindo atrás, cheirando o Boris e querendo lamber o pipi dele, vê se pode? O Boris é inocente dessas indecencias de rua e o cachorro foi nos seguindo, espantavamos mas ele não saía, claro que como defendemos os animais não temos coragem de atirar pedras ou machucar o cachorro, mas corremos e ele corria atrás, o Luiz com o Baruk e eu com o Boris e eles sem entenderem nada do que estava acontecendo. E o cachorro veio até aqui a nossa porta. É inacreditaval como existem cachorros gays, e esse cachorro se apaixonou pelo Boris, ainda bem que o Boris não é gay. Mas mesmo que fosse eu iria ama-lo do mesmo jeito.

Um comentário:

.justlow disse...

ai amiga tem cachorro q é assim msm é q nem homem gay, ainda bem q seu totó não é mas como vc falou se fosse tbem não teria problema o dificil vai ser aonde ele vai enfiar o pipi , nunca vi
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk